Vídeos interessantes sobre Autismo.

Loading...

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Autistas e a dificuldade que sempre alguma pessoa da família tem de aceitar esse tipo de situação. ( Daniela Bolzan)


Olá caros amigos leitores.
Hoje venho por estas linhas relatar um assunto que tem se mostrado muito importante em e-mails que tenho recebido, Obrigada a todos vocês pela confiança que têm depositado em mim.
Esse assunto que estou falando é sobre a dificuldade que sempre alguma pessoa da família de um autista tem de aceitar o fato de ter uma criança especial na família, digo criança, pois isso geralmente acontece enquanto os autistas estão na fase infantil, fase esta muito importante para se iniciar um treinamento por estimulação para que eles se habituem a aprender, conviver, socializar e se expressar mesmo que seja de uma maneira diferente da que estamos acostumados ver em determinadas idades.
Nestes e mails que recebi, tenho notado que os pais sempre comentam o fato de pai que não aceita a situação, ou de avó que acha que a criança é mimada de mais, ou até mesmo tios que acham que a educação da criança não está adequada.
Mas, o que estas pessoas que criticam o desconhecido não sabem é que eles estão cometendo um erro gravíssimo, pois seria muito mais prazeroso se tentassem entender o motivo, encarar a situação para ver e comprovar que tem sim uma boa chance de melhora...
Muitos Autistas revelam seus traços na infância, nos primeiros meses de vida, só que são poucos os pais que percebem, pois o que não falta nesta fase da vida é pessoa dando opinião de como se deve cuidar de um bebê. Todos estão empolgados com o nascimento e ansioso para ver as primeiras gracinhas e demoram para perceber que algo pode estar errado. Esses sinais que eu digo pode ser choro constante, falta de contato visual, crise de risos constantes, estranhamento exagerado com outras pessoas, não fixar atenção em objetos comuns que chamam atenção de crianças da mesma idade, fixação por objetos giratórios, entre outros.
Conforme vão crescendo, esses sintomas vão se acentuando, e o mais triste acontece, muitas pessoas começam a perceber que existe mesmo uma certa diferença .
Muitos pais questionam sobre a escola que seus filhos frequentam e comentam que a criança fica acuada por motivo de zoação que são feitas por outras crianças da classe. Um fato que me chamou atenção foi de uma mãe que de tão preocupada que ficava com o filho, o levava no colégio e ficava esperando do lado de fora, e eu perguntei o porquê ela ficava esperando, e ela me disse que morava muito longe e tinha que pegar dois ônibus para chegar lá, se acaso acontecesse alguma coisa que magoasse o filho dela, ela já estava por perto pois sabe que ele fica desesperado e em pânico quando acontece algo que lhe desagrada... Esta mãe também relatou que esta escola que seu filho frequenta não mantém tanto contato com ela, quando ela acha que deveria e disse que quer apenas que o filho dela seja feliz e não sofra, pois uma vez magoado, ele fica triste e se isola totalmente.  Isso é triste, pois o autista se magoa com muita facilidade e isso não pode acontecer de maneira alguma.. Além de que se um autista for tirado de sua rotina pode se tornar até agressivo contra si mesmo, deixando de se alimentae e com muito nervoso.
Outro caso que também me chamou atenção foi de uma tia que me escreveu contando que todos os médicos que levam seu sobrinho dizem que ele é autista, mas ela diz que não acredita nesse diagnóstico, segundo suas palavras diz que ele é absolutamente normal, então respondi o e-mail, perguntando como ele age, e ela disse que tem 4 anos, ele não fala, não olha para os olhos das pessoas, brinca exageradamente com rodas de carrinhos, apresenta medo de algumas coisas que não tem nada a ver e esboça alguns sons que não se consegue entender, diz também que acha que seu irmão e a cunhada o mimam demais e segundo ela esse é o motivo dele ser assim.
Volto a ressaltar aqui, o mimo é muito diferente do carinho,do cuidar,  e do amor  . Eu disse a ela que talvez ela precisasse conviver mais com esse sobrinho, pois com certeza muitos de vocês vão concordar com o que eu vou dizer agora: SÓ QUEM CONVIVE COM UMA CRIANÇA AUTISTA SABE  E PERCEBE A DIFERENÇA QUE PODE APRESENTAR. Isso tudo se dá ao fato de o autismo ser uma doença que não apresenta características físicas acaba confundindo as pessoas da realidade dos fatos...
Alguns familiares até mesmo os mais próximos podem duvidar do quadro. Mas digo uma verdade a única maneira de conquistar um autista é amando-o e respeitando-o com todo o amor do mundo...
Deixe pra lá essas pessoas que não acreditam e que tratam seu filho com indiferença falando que é mimado ou que tem pouca educação... Acredite você em seu filho Autista,, ele já te aceitou no lindo e vasto mundo dos autistas. e a senha para entrar nesse mundo é carinho, amor, compreensão, dedicação e determinação... Nós mães já temos. basta agora esses familiares se conscientizarem de que tem que dar amor a esses anjos que iluminam nosso caminho.. Pense nisso...é importante..
A partir do momento que você parar pra acreditar que tem na família um anjo especial e que com esse anjo se caminharmos juntos para sua evolução com certeza aprenderá muito com ele e passará a aceitar um ser especial em sua família...
As palavras chave para se dar bem com uma criança autista são: AMOR, CARINHO, PACIÊNCIA, DEDICAÇÃO, COMPREENSÃO, HUMILDADE, SERENIDADE, SIMPATIA, DENTRE OUTROS...
Jamais duvide do que os pais estão dizendo, pois ninguém conhece melhor uma criança autista do que aqueles que convivem com as mesmas...
Estou à disposição para esclarecimentos se necessário e dúvidas se surgirem...
Fiquem em paz...
Com carinho
Daniela Bolzan

Justiça do Rio manda soltar falsa psicóloga - (Daniela Bolzan)



A falsa psicóloga Beatriz Cunha, de 32 anos, responderá processo em liberdade, informou a assessoria do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro) nesta quarta-feira (21).
Beatriz, que tinha uma clínica em Botafogo, na zona sul do Rio, atuou por 12 anos como especialista no tratamento de crianças com autismo, embora tenha cursado apenas dois períodos da faculdade de psicologia.

A Justiça do Rio concedeu o habeas corpus em favor de Beatriz na terça-feira (20). A decisão, no entanto, não foi estendida ao marido dela Nelson Antunes de Farias Júnior.

Nelson era responsável pela administração da clínica. Segundo a denúncia do MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro), o casal teria obtido vantagem ilícita de cerca de R$ 400 mil. Na lista de vítimas, constam 31 pacientes.

O casal foi preso no último dia 23 de maio. Eles respondem por estelionato e crimes contra as relações de consumo. Beatriz é acusada ainda de falsidade ideológica.

Nesta quarta-feira (22), o juiz Alcides da Fonseca Neto, da 11ª Vara Criminal da Capital, ouve o casal em mais uma audiência do caso.

Com o interrogatório dos dois, o magistrado concluirá a maratona de audiências de instrução e julgamento iniciada no dia 9 de setembro. Ele ouviu mais de 60 testemunhas de acusação e defesa.
Fonte: r7.com
Grata Daniela Bolzan.

domingo, 4 de setembro de 2011

Indicação de Uma Escola Inclusiva para Pessoas portadoras de deficiências para quem mora em São Paulo.( Daniela Bolzan)

Caros Amigos.
Recebi um e-mail de uma Mãe que se sensibilizou muito com o Depoimento de alguns pais que sofrem com a falta de inclusão nas escolas para seus filhos...
É uma situação muito triste e que infelizmente está tomando conta da história de vida de muitas pessoas que apresentam algum tipo de Deficiência; E pensando em ajudar , esta querida mamãe satisfeita com o resultado de seu filho neste colégio nos passa o site e nome para contato, para que os pais interessados e que morem em São Paulo procurem esta escola que além de aceitar totalmente a inclusão, entendem sobretudo que os portadores de Deficiência demoram um pouco mais para acompanhar as atividades propostas para crianças sem nenhum grau de deficiência; E foi pensando nisso que eles desenvolveram um método de ensino diferenciado, segundo o que esta mamãe querida nos conta, um método capaz de fazer com que eles realmente aprendam e nos revela que o que importa não é o conteúdo em quantidade aplicado para o aprendizado, mas sim o conteúdo em qualidade aplicado para eles...
O site deste colégio é: www.colegiopauliceia.com.br  e os nomes para contato são Mariana ou Meire. -
Colégio Paulicéia - Indicado como maior colégio Inclusivo englobando todas as áreas de deficiências e crianças apresentando todos os níveis de dificuldades.
Autistas, cadeirantes e a escola já desenvolve esse projeto ha mais de 50 anos...

Visitem o site. www.colegiopauliceia.com.br e verá todos os benefícios e tranquilidade e acima de tudo competência e clareza no trabalho que fazem... INCLUSÃO SEMPRE PARA QUE TODOS POSSAMOS SORRIR JUNTOS...
 O importante disso tudo é que uma mamãe querida que está satisfeita com o trabalho de seu filho se preocupou em compartilhar com outras mamães que estão desesperadas e a escola não ficará incomodada de temos feito essa pequena postagem divulgando o colégio para os pais que moram em São Paulo Capital...

Muito obrigada por tudo e obrigada pela confiança em nosso blog por enviar-nos uma observação tão importante que poderá trazer tranquilidade e segurança para pais que se encontram em desespero por não serem aceitos nas ecolas ... Obrigada.. Visitem o Site... Vale A pena..
Fiquem EM PAZ
Daniela Bolzan...