Vídeos interessantes sobre Autismo.

Loading...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Metil-B12 e autismo, Alzheimer e Parkison - Por que você deve usá-lo para tratar seu filho - (Daniela Bolzan)



Glutamatos são substâncias que estão presentes em aditivos alimentares, como adoçantes artificiais, assim como ocorre "naturalmente" durante o processamento de alimentos ou o escurecimento das carnes.
Glutamatos levam a danos tóxicos do cérebro e sistema nervoso e têm sido responsabilizados por problemas mais diversos e graves, como a doença de Parkinson, Transtorno de Déficit de Atenção e Autismo.
Os danos do glutamato podem ser graves e duradouros, mas têm sido ignorados na medicina ocidental. No entanto, vários estudos têm mostrado que uma forma de Vitamina B12 chamada Metilcobalamina pode ser capaz de proteger o cérebro contra os danos causados por esses glutamatos.
A ingestão de aspartame, contendo edulcorantes artificiais, aditivos alimentares, tais como adoçantes ou carnes que tenham sido escurecidas artificialmente significa a ingestão de uma neurotoxina chamada glutamato. Glutamatos, que estão em uma classe de substâncias nocivas chamada 'Excitotoxinas', foram usados em aromatizantes artificiais ao longo de décadas.
Particularmente bem conhecido é o glutamato monossódico, também chamado de MSG, que tem sido apontado como o culpado da "Síndrome do Restaurante Chinês", onde as pessoas passam a sentir uma dor de cabeça severa e fadiga após uma refeição que contenha MSG. Aqueles que têm Síndrome do Restaurante Chinês são os sortudos, porque eles sabem muito bem quando são expostos a glutamatos e sua reação negativa ensina-os a se afastarem dessas substâncias tóxicas.
O resto de nós não têm tanta sorte e podem consciente ou inconscientemente estar ingerindo estas substâncias nocivas sem percebermos qualquer problema, até que ele apareça. Os problemas neurológicos como Doença de Alzheimer e Mal de Parkinson podem ser o resultado de neurotoxinas feitas para "melhorar" e "adoçar" os nossos alimentos e bebidas.
Apesar das reclamações e flagrantes de efeitos colaterais nocivos do Aspartame serem frequentes, o governo ainda não percebeu os indícios de que eles estão prejudicando nossa saúde o suficiente para formalmente removê-los do mercado. Sabe-se lá por que...
No entanto, aos poucos, livros estão sendo escritos para informar sobre o assunto, sites são criados para discutir a sua toxicidade, enfim, uma parcela da população já acordou para essa realidade. Nos EUA, centenas de ações judiciais são propostas contra as empresas químicas, por pessoas que alegam ter sido intoxicadas com Aspartame. Um dia a gente chega lá...
Felizmente, existem substâncias naturais que já demostraram ser capazes de desintoxicar o glutamato do nosso corpo. Uma dessas substâncias é uma forma de vitamina B12 chamada Metilcobalamina ou metil B12, que é prontamente disponíbilizada no mercado como suplemento vitamínico.
Enquanto a maioria das pessoas está familiarizada com a Vitamina B12 apenas como um tratamento para a sua própria deficiência ou como um impulsionador da energia, poucos a conhecem como um auxiliar de desintoxicação. e tem se mostrado eficaz em diminuir e até reverter os sintomas associados a distúrbios neurológicos que podem estar ligados a glutamatos, tais como a Doença de Alzheimer, Escleroses e Autismo.

No entanto, usá-la em pequenas doses, ministradas apenas para combater sua deficiência, têm pouco ou nenhum efeito, e os estudos com esta substância extremamente segura e não tóxica costumam usar doses 20 a 30 vezes o que é usado para a deficiência! Apesar dos estudos positivos e seu histórico de segurança, infelizmente poucos médicos prescrevem a Vitamina B12 ou a Metilcobalamina B12.

Fonte: Soubem.net
Grata
Daniela Bolzan

11 comentários:

  1. Tenho um filho autista de cinco anos. Faço uso bde adesivos de metil B12 faz dois meses e posso dizer que meu filho está mais leve, menos estressado no dia a dia. Ele parece mais concentrado e disposto a aprender. O problema é o preço e a dificuldade para encontrar esses adesivos, meu filho possui problemas gastrointestinais e a forma adesiva é a melhor opção para administrar a vitamina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde encontro estes adesivos, tenho um filho autista de 2 anos e acho que o tratamento metil b12 é uma boa alternativa, desde já agradeço a atenção. georgewilken1@gmail.com

      Excluir
    2. Minha neta usa em gotas se interessar me add no Face sueli guedes dul

      Excluir
    3. Estou usando por orientação médica manipulado. São 2 pumps q acrescento água e dou na seringa. Tem 1 mês
      Ainda não percebo mais calma
      Mas percebo cada dia mais interessada em aprender
      Glória a Deus

      Excluir
  2. Oi Daniela, primeiramente muito obrigada por nós auxiliar tanto com o seu blog, ainda bem que Deus coloca anjos deles para guiarem os nosso passo em momentos tão difíceis vc e um deles com certeza! ha 2 semanas descobri que meu filho de 3 anos se encontra no espectro autista, ele tem dificuldades em relação a fala, já ouvi falar que a metil B12 ajuda muito no desenvolvimento da fala, porem tenho medo dela injetável, se puder ou souber de algum contato de como faço para comprar o adesivo ou ate mesmo os tabletes ficarei mais uma vez muito grata.
    Abraçoss.
    Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha neta usa em gotas se te interessar me add no Face sueli guedes dul

      Excluir
    2. Rose

      Não tenha medo meu filho de 2 anos toma.

      Excluir
    3. Alguém pode me indicar um médico que receite o Methil B12? pois o médico do meu filho é contra, marquei consulta com o dr Rogério Rita só que o mais breve é no mínimo 3 meses (estou na lista de espera) meu e-mail stefanig@bol.com.br

      Excluir
  3. Ricardo : Segue link com excelentes informações sobre a Metil B-12 ( como funciona, como aplicar e onde conseguir ). Estou utilizando a quase 6 meses em conjunto como outros tratamentos e no geral estou tento resultados positivos.

    ResponderExcluir
  4. Ricardo : Segue o link : http://claumarcelino.blogspot.com.br/2013/05/injecoes-de-metil-b12-no-tratamento-do.html

    ResponderExcluir
  5. Oi tenho um autista de 9 anos gostaria se puder me passar a posologia do metyl B12 para que eu possa possa pedir uma prescrição pra médica dele

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, é muito importante saber sua opinião! Espero que este artigo tenha causado algo positivo em seu coração. Obrigada!