Vídeos interessantes sobre Autismo.

Loading...

quarta-feira, 6 de abril de 2011

O preconceito contra a criança ou adulto autista.(Daniela Bolzan)

Vou falar nestas linhas sobre o preconceito que as pessoas portadoras de autismo  enfrentam muitas vezes desde a infância. Segundo alguns relatos de pais, estes colocam seus filhos em um determinado colégio e depois que a criança atinge uma certa idade a diretoria deste colégio o convida a se retirar da escola, qual o motivo? Nunca ninguém fala. Mas está claro, conforme a criança é pequena ficam à vontade e não tem certas exigências a serem feitas, mas quando crescem um pouco mais, a qualquer tentativa do professor de fazer com que o autista se intere com o grupo de classe ele acaba reagindo muitas vezes com agressividade e nervosismo.
Já tive casos em que a criança, com cerca de sete anos de idade foi convidada a se retirar da escola, pois os pais de outros alunos fizeram uma reunião para que expulsasse a criança do colégio, tudo porque os amigos ficavam tirando "sarro" na cara do autista pela maneira dele ser e é claro que a criança fica irritada, mas segundo os pais diziam que o autista era um problema na sala de aula e que todos os alunos se incomodava com a presença dele.  Isso é muito triste! Você é pai e mãe, pare agora e pense comigo... Por que as pessoas são tão mesquinhas a ponto de ouvir um bando de mães e pais que nem sabiam o que era autismo na época que aconteceu isso e  ainda dão exemplo para seus filhos para desprezarem uma criança especial?
Como pode, em que mundo estamos!!!
Às vezes enfrentamos preconceito dentro da própria família. Sou Mãe Solteira como todos vocês já sabem, e no início quando a médica disse que o Gabriel era autista, Tive alguns problemas, pois não tem aparência física, e então todos diziam que o Biel era surdo e que deveria repetir o exame do Bera que ja tinha sido feito, mas mesmo assim insistiam. É triste presenciar esse tipo de situação,  só quem é mãe sabe o que estou dizendo.
Enfrentei também preconceitos na rua, em determinados lugares , pois em supermercado, por exemplo, o Biel não consegue ficar, então se levo ele  nestes lugares ele fica com muito medo dos lustres, fora as pessoas que é um lugar  muito movimentado e o Biel não suporta esse tipo de ambiente. Então como contrariamos a vontade dele que ele reage com agressividade fazendo uma especie de "birra", só que as pessoas a minha volta olham feio, como se quisessem falar para dar uns tapas que resolve, aí eu olho para elas e falo "ELE É AUTISTA, SENTE MEDO DE LUGARES ASSIM". Em questão de segundos a expressão da pessoa  muda. É muito triste saber que existem pessoas assim ainda no mundo, e muitos até acham que a criança não tem nada somente porque não têm aparência física.
Nós familiares e pais de crianças ficamos magoados com esse tipo de atitude. Queremos que nossos filhos sejam tratados normalmente.
A inclusão foi decretada, mas  quase nenhum colégio cumpre, e também algumas pessoas não tem a consciência e não cumprem. Eu ainda  não consigo entender o motivo de que os diretores convidam algum alunos a se retirar do colégio e o pior., sem argumentos..( Isso aconteceu com uma mãe que tem um filho de 6 anos autista).
Isso não pode continuar, preconceito na família, no colégio e entre pessoas que  talvez não conhecem o que é autismo e acusam sem ter conhecimento.
Vamos divulgar o que é esse transtorno que acomete nossos filhos. A informção é o melhor remédio.
A tristeza não vai fazer com que mude as coisas no mundo. Portanto vamos divulgar e agir como pais lutadores. Nossa tarefa não é fácil, pois cuidar de uma criança autista, ou Asperger, requer atenção, carinho e principalmente amor e paciência.
Eu ainda não passei por este tipo de situação, pois meu filho ainda está na fase de estudo Maternal. E o Colégio que ele está o trata muito, mas muito bem, e todos os profissionais amam o Gabriel como se fosse filho deles, e o tratam  com igualdade, da mesma maneira que todos os amigos. Até as tarefinhas, para que ele não fique diferente dos demais a Professora manda como faz entre todos os Alunos. Cabe aqui o meu Muito Obrigada à Kátia.
Mas posso imaginar o que essas mães passam com esta discriminação absurda, que me revolta.
A Criança e o Adulto autista, jamais deve ser excluído dos demais, e sim ser inserido na sociedade. Eles precisam de tratamento sim, mas me fale qual é o problema de uma pessoa ser apenas diferente em alguns gestos?  O que leva crianças que são ditas como "Normais" a ficarem zombando de um colega de sala  só porque ele é autista? Será mesmo que ele pode ser dito como " Normal"? Pessoas normais são tão agressivas e mesquinhas a ponto de descriminar uma pessoa só porque ela apresenta algumas coisas e gestos diferentes ? Sinceramente, na minha opinião, isso é inaceitável, acho falta de vergonha as pessoas que excluem e discriminam, não só os autistas, mas também qualquer tipo de pessoas com deficiências, é um absurdo, costumo falar que não tem coração mesmo, pois não tem o discernimento para perceber que essas crianças e adultos especiais são realmente pessoas importantes na vida de muitos. Os AUTISTAS são como todos, a única diferença é que as vezes temos que entrar no tempo deles  para que eles possam acompanhar o nosso tempo...  São vidas em nossas vidas, pois com eles aprendemos o significado do amor.
Por isso jamais deixe que seu filho sofra algum tipo de discriminação, eu digo jamais deixe, enquanto está ao seu alcance, pois há momentos em que será inevitável, pois não estamos os tempo todo com nossos filhos.
Abaixo segue um vídeo que conta a história de um garoto que sofreu discriminação e preconceito em sua primeira escola, mas a mãe procurou e encontrou a escola que ela sempre sonhou. Veja na reportagem do SBT no Ceará.
Segue um vídeo que fala sobre esse assunto...


Muito importante, divulguem e jamais deixe ser passado para trás, mostre a todos que você tem orgulho em ter um filho autista...  EU TENHO ORGULHO, MUITO ORGULHO DO MEU FILHO.
Abraços Daniela Bolzan.

10 comentários:

  1. acho isso muito interessante,divulgar esse assunto por que muitas pessoas não sabem o que é autismo te admiro muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada.. conto com a sua ajuda para essa divulgaçção.. bjao.. e obrigada...Daniela

      Excluir
  2. Parabéns pelo seu desenpenho!
    Continue assim, você já é uma vitoriosa porque não são todas as mães que tem essa mesma iniciativa que você teve! Parabéns mesmo que Deus possa te iluminar e ta sempre com o Bielzinho (- Ele é um lindo!)^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh.,,, obrigada querida... Acredito que se nos unirmos nessa causa com certeza tudo vai ficando mais fácil para quem está iniciando uma vida com um anjo autista... Muito obrigada e se precisar de algo, pode contar comigo sempre... Bjãoo...Que Deus te ilumine também e nos dê força sempre...ah desculpa a demora pra responder tá??? bjoooo

      Excluir
  3. Olá Daniela,

    Estamos passando pelo mesmo problema. Hoje a escola fez o convite de retirada de meio periodo do horario dele, alegando que necessita de atendimento especial, pois é muito nervoso, grita, não participa de todas as atividades... Me pergunto quanto tempo resta para convidarem a retirada total.

    Mas decidimos que isso não é aceitável, vamos ao conselho tutelar, secretaria de educação, nosso advogado vai processar a escola por discriminação, e violação do ECA. Um amigo da Record, tbm passou a história para o editor...

    Não vamos ficar calados!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fábio, desculpe a demora para responder, mas acho que deve fazer isso mesmo.. Jamais uma escola deve fazer isso,,, Eu fico revoltada com isso.. Se é para socializar um autista, a escola é o melhor lugar,, Não fique calado mesmo,, pode contar com minha ajuda, tenho contatos que também podem ajudar... ah e se quiser me escrever como aconteceu isso, esse preconceito na minha opiniao, mande pro meu e mail, pois assim vamos sacudir e vai rodar pela internet da mesma maneira que conseguimos através do blog o pedido de desculpas da emissora mtv daquele programa ridículo que expõe autistas..
      Estou junto com vcs nessa,.. isso é inaceitável, fala para seu advogado fazer o processo mesmo...Alguns diretores de colégio Ainda tem muito o que aprender, e ao invés de aproveitar a oportunidade de ter um anjo na escola e aprender com ele, fazem o contrário.. Desculpa o desabafo , mas fiquei revoltada demais.... Conte comigo...
      Danny_bolzan@hotmail.com---bjão..

      Excluir
  4. Dani tudo bem? Onde encontro leis algo do tipo direitos do autista?
    bjs

    ResponderExcluir
  5. eu tenho filho que e autista,na escola ele sofre de preconceito pelos alguns professores e substitutos na escola que ele frequenta. A minha vida e a dele e muito marcada pq começou o ano passado quando ele sofreu de bullim, uma amiguinho furou ele com lapis e a ponta do lapis ficou dentro dele a escola me deu 3 versoes na historia ai passou 15 dias o mesmo amiguinho riscou as costa dele com o lapis a escola nao tomou nem uma providencia.por isto eu falo quem tem criança com este problema tome mais cuidado.

    ResponderExcluir
  6. Olá Daniela, seu blog é realmente maravilhoso, estou estudando sobre o Autismo, a pouco tempo que sei sobre, mais procurei saber e comprei essa luta, vamos fazer o impossível se preciso for para conscientizar as pessoas, é um absurdo vermos tanto preconceito, meu nome é João Félix sou estudante de teatro em SP, estou estudando sobre o autismo para montar um espetáculo sobre este tema importantíssimo. Lhe enviarei um email, se você poder me ajudar nesta pesquisa com contos eu lhe agradeço muito. obrigado, meu Email é: joaow2@hotmail.com
    abraços.

    ResponderExcluir
  7. oi Daniela meu nome é Sheila sou mãe do Leonardo que tem autismo, adorei seu blog e gostaria que. vc me desse uma dica para lidar com o meu filho, ele tem mania constante de colocar o dedo no ouvido e mexendo com os dedos em frente o rosto o que posso fazer para ajudalo

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, é muito importante saber sua opinião! Espero que este artigo tenha causado algo positivo em seu coração. Obrigada!